Dois sonhos, uma data

Outubro 11, 2012

A redação

Dia 12 de Outubro de 2012, por si só, já é um dia significante para o futebol do estado. É o dia em que o clube mais vitorioso do mundo celebra seu aniversário de número 103. Mas apesar de mais de um centenário de vida, o Coritiba nunca esteve tão perto de sofrer uma verdadeira renovação. Isso por que, no dia do aniversário do clube, espera-se que dois grandes sonhos da torcida sejam realizados: a volta de Alex e o anúncio do Novo Couto.

Conforme o site Investidor Estrangeiro já tinha adiantado na semana passada, o clube pensava em anunciar novas coisas esta semana. As novidades vieram em dose dupla e já movimentam os bastidores do futebol paranaense. O novo projeto do Coritiba parece ter vazado na internet, conforme imagem abaixo.

Devido à falta de letras do alfabeto para todos os planos do Coritiba, novo estádio está sendo chamado de Plano Alfa

A novidade do projeto é que ele é mutável: vai incrementando novos empreendimentos conforme a posição do clube na tabela. “Quando estávamos em 13º colocados, queríamos anunciar só o terceiro anel. Então caímos pra 14º e resolvemos mudar para um novo estádio. Depois caímos pra 15º e decidimos incrementar um shopping. Como a coisa está preta, colocamos mais prédios comerciais” – disse VRA em entrevista exclusiva. Ainda segundo o dirigente, se o clube fechar o campeonato na lanterna, o projeto irá ter churrasqueira pros sócios, novo CT, um templo maoista em homenagem a Tcheco e ainda vai anexar o Moreno’s Park.

Já a outra grande novidade seria a volta de Alex. Segundo o primo do cunhado do genro da irmã do avô do jogador, o contrato está acertado, faltando apenas detalhes. Segundo fontes próximas ao jogador, um possível empecilho seria o clube ser rebaixado para a série B. Devido a tal declaração, Alex já entrou para o Guinness como “único torcedor da torcida que nunca abandona a abandonar o time no mundo”.

 

A redação

Diante da absurda tentativa da prefeitura de Curitiba de ceder ainda mais títulos de Potencial Construtivo para o Atlético, os vereadores da Câmara Municipal sabiamente decidiram adiar a votação para terem tempo de entender melhor este artifício antes de tomar qualquer atitude. O site Investidor Estrangeiro decidiu então facilitar o entendimento e elaborar uma matéria elucidativa sobre o tema, para não deixar qualquer dúvida de que o Atlético está sendo beneficiado.

Imaginem um terreno grande situado numa região privilegiada, como, por exemplo, o CT da Vila Zumbi. Neste terreno há espaço para construir vários prédios de muitos andares, mas o dono do terreno opta por apenas por construir um departamento médico para o K9 ter onde tratar a patinha lesionada.

Casinha do K9

Agora imaginem outro terreno menor, numa região mais central da cidade. O terreno do Couto Pereira, por exemplo. O dono deste terreno resolve construir, então, um Novo Couto, com 12 anéis. Porém, a lei de zoneamento local só permite que sejam construídos prédios com 2 anéis e meio.

Como resolver esta situação?

Simples: através do Potencial Construtivo.

O dono do terreno que quer construir um Novo Couto compra (com dinheiro próprio ou de um Investidor Estrangeiro) da prefeitura títulos de potencial construtivo oriundos de outro terreno pouco aproveitado (o CT da Vila Zumbi, no nosso exemplo didático). Esses títulos permitem que o construtor do Novo Couto construa um prédio maior do que a lei de zoneamento local permite e, assim, pode tirar seu sonho do papel.

A prefeitura, então, investe o dinheiro do potencial construtivo vendido ao dono do terreno do Couto Pereira em obras de caridade, creches, hospitais e restaurantes populares… Ou estádios de futebol.

Ou seja, traduzindo esta explicação em poucas palavras: a prefeitura está tirando dinheiro da educação, da saúde, da sociedade e até do Coritiba para ajudar o Atlético.

Esperamos que com este post elucidativo e isonômico tenha ficado mais fácil a compreensão por parte dos vereadores de Curitiba.

Luz pra todos?

Abril 8, 2012

A redação

Além do dinheiro suado do IPTU dos paranaenses, o Atlético contará com uma nova manobra política pra usar o dinheiro do povo na construção da Arena. A Copel irá doar dinheiro para que o Atlético compre e instale painéis de energia solar na Arena da Baixada, economizando assim milhões de reais com energia elétrica. A concessionária toca paralelamente outra proposta de mais de R$ 50 milhões para captar e distribuir energia solar no estado, mas sobre essa não vamos entrar em detalhes porque não causa polêmica.

Projeto de energia solar em Curitiba seria ineficiente, pois nunca tem sol

Os engenheiros eletricistas da redação (que não são muitos) fizeram os cálculos de quanto dinheiro o Atlético vai sugar dos cofres públicos. “Além do dinheiro investido para o projeto e instalação dos painéis, a Arena ainda vai gerar mais de 100 TWh anuais, o que vai colocar a geração do clube acima da Itaipú.” – afirma WAP, nosso profissional que prefere não se identificar. “Se o Atlético comercializar esta energia, pode faturar trilhões de reais por ano à custa do povo” – conclui.

Notícias relacionadas:

- Novo Couto terá sistema de geração de energia a partir da água da chuva, que será muito mais eficiente em Curitiba

- Caderno Economia traz gráficos de rentabilidade do investimento do seu IPTU e sua conta de luz

Mas, segundo o presidente do Coritiba, o clube do Alto da Glória continua à frente do coirmão na briga pela Copa do Mundo. Secretamente, o clube planeja com outra estatal – a Sanepar – um projeto de eficiência de esgoto e geração de energia a partir de urina no Couto Pereira. O projeto tornaria o Coritiba o maior produtor de energia elétrica do mundo, entrando mais uma vez para o Guinness.

A redação

O desespero começou a bater à porta do Atlético no ano de 2012. Após perder a liderança do Campeonato Paranaense e ver a diretoria do Coritiba ir para a Holanda fumar um baseado e ver puta na vitrine em busca de um modelo e de um investidor para o Novo Couto, o clube da Baixada teve que suportar a vergonha de não ter dinheiro para pagar o aluguel de uma perfuratriz – fato que pode parar completamente o andamento dos trabalhos e abrir brecha pro novo estádio coxa-branca virar, definitivamente, o Plano A para a Copa 2014 em Curitiba.

Nem com ajuda do governador-escavador-minerador o Atlético consegue tocar a obra

Segundo apurou a redação do Investidor, a máquina pertence à empresa Vilsonsc, de Santa Catarina (sede em Joinville), que além de prestar serviços pro estádio do Atlético, também está envolvido em outras obras pra Copa 2014, como por exemplo, o sistema de esgoto do Couto Pereira. Segundo o dono da empresa, Vilson Roçadeira, o Atlético deveria pagar R$ 250 mil por dia de locação do trator, pois se trata de uma máquina muito grande, trepidante, e com fedor de urina, o que encarece um pouco o preço do aluguel. Ainda há uma taxa adicional quando chamarem a Vilsonsc de Golfinhosc, nome fantasia da empresa. Os contadores da redação do Investidor Estrangeiro chegaram à conclusão que o Atlético deve para a empresa catarinense algo entre 100 reais e 2 bilhões de dólares.

Notícias relacionadas:

- Coritiba contrata soldados vietnamitas para escavarem buracos do Couto Pereira sem usar perfuratriz

- Vietcongues são intimidados pela torcida do Coritiba e pedem pra voltar pra sua terra

Cabeças já rolaram dentre os responsáveis pela obra graças a este incidente da falta de pagamento, como por exemplo, o Arquiteto formado em Engenharia Civil pela Universidade de Direito da Contabilidade Econômica Médica de Curitiba, Flávio Vaz. O repórter Jair Salva também apurou que o elenco do Atlético estaria rachado graças aos incidentes com a máquina, sendo Paulo Baier o líder da panela.

A redação

Após um período de “recesso” do assunto Copa do Mundo, finalmente o Coritiba agiu e surpreendeu a todos dando início à rasteira histórica que vai levar o evento para o estádio Couto Pereira. Nesta semana, começaram a chegar ao Alto da Glória os materiais para execução do projeto do Novo Couto.

 

Coritiba começa a fazer o sonho se tornar realidade

 

“É um momento de muita alegria pra nós.” – afirma Vilson Ribeiro. “Vamos começar a obra pela parte mais importante, que é o esgoto, pra limpar as cagadas que a gente vem fazendo desde 2005” – disse. “E além do mais, vamos fazer um sistema de captação de goteiras de mijo nas arquibancadas que vai nos custar mais ou menos 150 milhões de libras esterlinas, ou 1% da nossa cota de TV” – finaliza. O projeto do sistema de captação de goteiras de mijo, no entanto, pode ficar comprometido, pois não existem canos de adamantium no mercado.

 Enquanto isso, na Arena…

…as obras dão lugar à selvageria. Tudo que pode ser verificado, conforme imagens que vem sendo divulgadas na internet, são os setores do estádio sendo depredados. Lógico, numa tentativa barata de imitar o verdão, mas contando com a vista grossa feita pelo promotor Poodle Schmidt, que misteriosamente não faz nada a respeito das cenas vergonhosas fotografadas na Arena. O blog Investidor Estrangeiro traz algumas imagens comprometedoras pra você, leitor:

Atleticanos arrancaram as cadeiras de seu estádio e as atiraram longe, numa tentativa de imitar o verdão

Alguns torcedores mais exaltados alugaram um caminhão pra depredar ainda mais o próprio estádio

 

Nem o telhado do estádio foi poupado pelos marginais atleticanos

A redação

Recorde mundial de vitórias seguidas, marca registrada e que dificilmente será batida no livro dos recordes. O ano de 2011 foi realmente glorioso para o Coritiba. Mas o ano de 2012 poderia ser melhor? Ao que tudo indica, sim. A torcida coxa branca mostrou que é referência para o mundo e inspirou outra torcida, do time egípcio (e também alviverde) Al-Masry, a promover um espetáculo inesquecível no mundo do futebol.

Escudo que remete a Alemanha nazista e cores verde e branca: time egípcio tem muitas semelhanças com o Coritiba

“Estamos muito orgulhosos com esta homenagem e pretendemos estender nossos laços de amizade com o time egípcio, quem sabe até promovendo um intercâmbio de informações sobre armamento rústico, táticas de guerrilha e outros pontos de grande importância” – destaca Vilson Ribeiro, presidente do Coritiba. Quando questionado se tinha medo do “aprendiz superar o mestre”, o presidente respondeu politicamente: “Só vamos saber se um dia sairmos na mão com eles (risos)”.

Notícias relacionadas:

 - Presidente do Al-Masry vem a Curitiba visitar diretoria coxa-branca

- Após assistir jogo no Couto, presidente do clube egípcio diz: “É meio inseguro isso aqui né?”

- 75 mortes no campeonato egípcio entram pro Guinness

E a diretoria do Coritiba realmente se mostrou disposta a criar uma parceria com o Al-Masry. Já está nos planos do verdão um amistoso contra o time egípcio. O clássico já tem até nome: “Terceira Guerra Mundial”. Para a eventualidade do jogo realmente acontecer, o exército americano já estuda quantas ogivas serão necessárias pra manter a paz e a segurança no estádio Couto Pereira. A parceria entre os times também prevê a colaboração de Vilsej Hibeiroaj, arquiteto das pirâmides e vice-presidente do Al-Masry, no projeto do Novo Couto, que terá uma vida útil de mais de 5 mil anos e poderá receber o corpo embalsamado do Faraó Evangelino Neves. Por fim, o presidente do Coritiba se mostrou solidário aos egípcios ao oferecer o estádio Couto Pereira pra eles mandarem seus jogos caso sejam punidos, o que fatalmente deve acontecer já que o promotor do caso é o renomado Poddlejad Schmidteh.

A redação

Nem a virada do ano foi o suficiente pra parar as sucessivas vergonhas impostas pelo Atlético ao futebol do estado. Após empurrar goela abaixo dos cidadãos paranaenses a construção de seu estádio com o dinheiro público, o Atlético agora conta com o apoio da Federação Paranaense de Futebol para consolidar suas falcatruas. O clube da Baixada escolheu o Majestoso Couto Pereira para mandar os seus jogos durante as reformas ilegais do estádio atleticano e, diante da óbvia negativa da diretoria alviverde – que não aceita, nunca aceitou e jamais aceitará torcedores civilizados freqüentando o Couto Pereira – recorreu à suja e rasteira entidade máxima do futebol do estado para alcançar seus objetivos.

Couto Pereira: antes, palco de horror e sanguinolência. Agora será vergonhosamente local de manifestações de uma torcida que grita pelo seu time

“Eu não acredito no ofício que recebi até agora!” – afirma o presidente do Coritiba, Vilson Ribeiro – “Nós cuidamos do nosso estádio com tanto carinho… Reformamos tudo, instalamos cadeiras facilmente quebráveis pra ajudar nossos torcedores marginais, investimos nossa urina durante anos nas paredes do Couto pra chegar a Federação e nos obrigar a alugar o Couto por apenas 30 mil reais por jogo. 30 mil reais é o que ganha por hora o porteiro da casa do roupeiro do time sub-18 do Coritiba. Só com a receita de 0,0005% dos nossos sócios, já ganhamos, por dia, 10 vezes mais do que isso.” – protesta.

Notícias relacionadas:

- Especialista afirma: “Mendigos que moram debaixo da ponte pagam mais do que R$ 30.000,00 de aluguel”

- Após chamar Coritiba de golfinho, Petraglia e Atlético terão de pagar 47 centavos a mais por jogo, diz Vilson Ribeiro

- Aluguel de estádio em Joinville custa mais caro do que aluguel do Couto Pereira

A torcida do Coritiba também ficou na bronca com a Federação e promete uma mega mobilização para protestar. Mais de 2 bilhões de pessoas (32% do número de sócios do Coritiba, aproximadamente) estarão no Couto Pereira pra dar um mega abraço no estádio. Com o total de pessoas que estarão lá, estima-se que o abraço dará 49 voltas ao redor do universo inteiro, e entrará para o Guinness como “Maior abraço coletivo em uma estrutura comprometida pelo tempo e pela ação de bactérias urinárias do universo”. O Coritiba, ainda, entrará na justiça pra tentar retomar o Couto Pereira. Como principal argumento, a defesa do Coritiba usará o fato de que quem tem que emprestar a Arena pro Coritiba é o Atlético, já que no fim das contas é o Novo Couto que será o estádio da Copa.

A redação

Mesmo a pouquíssimos dias do fim de 2011 ainda houve tempo para o Atlético, mancomunado com a prefeitura de Curitiba, fazer mais uma patacoada e estragar o fim de ano dos pobres moradores do entorno do estádio atleticano. Às vésperas do natal, o que os vizinhos da Arena receberam de presente foi nada mais nada menos do que um decreto de desapropriação de suas casas.

Papai Noel atleticano estraga natal dos vizinhos da Arena

“O Papai Noel entrou pela chaminé da minha casa e a primeira coisa que estranhei foi que ele estava com roupa vermelha e preta, ao invés do tradicional vermelho e branco” – diz Vilsinho, 10 anos, vizinho da Arena e frustrado com a visita do Papai Noel à sua casa. “Depois ele botou a mão no saco de presentes, tirou de lá de dentro um papel e pediu pra que eu entregasse pra minha mãe… Me disse ‘HO HO HO, se fode aí piazão sem teto!!’ e então saiu da minha casa voando num trenó puxado por poodles” – afirma.

Como única alegria nesse natal, os moradores terão o consolo de se sentirem vingados, pois mesmo com as desapropriações, a copa será definitivamente sediada pelo novo estádio do Coritiba. O presidente do clube fechou as tratativas e comprou o terreno do antigo Clube do Golfinho, pela identificação que o mesmo possui com o verdão. “Compramos o terreno do Clube do Golfinho e lá vamos construir o tão sonhado Novo Couto, porém manteremos as piscinas ativas para que os jogadores possam treinar nado, já que a região do novo CT do Coritiba alaga durante o período de chuvas (de janeiro a dezembro), dificultando os acessos.” – diz o dirigente. “Quando finalmente terminado o nosso complexo esportivo, não só teremos o mais moderno estádio como manteremos o clube para nossos 2 bilhões de associados*, porém vamos rebatizá-lo para Clube da Luta em homenagem aos guerreiros gladiadores sanguinolentos invasores de estádio da nação coxa-branca” – finaliza.

*números atualizados hoje, há 25 segundos atrás, para garantir que este número não subiu em 50% até a publicação desta matéria.**

**enquanto escrevíamos esta nota de rodapé, o número já subiu em 50%

A redação

A luta pela isonomia no estado ganhou corpo definitivamente na imprensa. O blog Investidor Estrangeiro, filiado da RPI (Rede Paranaense de Isonomificação), acaba de se tornar sócio majoritário do popular blog Triburra do Paraná, também assíduo na busca pela isonomia. Com a fusão, surge um novo grupo na imprensa do estado, que será a partir de agora conhecido como RIPB (Rede Isonômica de Plano Beficação).

Povo paranaense comemora nova fusão

“É importante que grandes redes de luta pela isonomia se juntem dessa forma. É mais um passo dado pra tentar evitar as maracutaias da copa no nosso estado.” – afirmou Vilson Fuicampeãoprimeiro, presidente do Coritiba e líder da luta estadual a favor do plano B. “Com a queda do time do estádio Barnabezão e o surgimento desse novo grupo de desinformação, o Coritiba terá muito mais exposição na mídia, o que fará com que não só o Plano B se torne verdade como nossa cota de TV aumente ainda mais”.

Notícias relacionadas:

- Plebiscito pela divisão do estado do Paraná em “Paraná” e “Sócios do coxa” ocorre nesta sexta

- Pesquisa de boca de urna aponta que, com aproximadamente 1 bilhão de votos, sócios do coxa terão um estado só pra eles

- Estado Sócios do Coxa pretende anexar Joinville como capital. Governo de SC já compra dardos tranqüilizantes para conter os primatas durante a invasão

A festa de inauguração do novo grupo será no dia 11, às 17 horas, com shows de Cláudia Leite e Skank, com abertura da banda 100% Paraíba, que não vai contar com o vocalista Marcelinho Paraíba, pois ele está preso por estupro. Em seu lugar, cantará Alex, outro grande jogador da história do futebol paranaense, que está de volta em Curitiba para jogar a Libertadores (de 2095) pelo verdão.

Leonardo Mente Junior

24 de agosto de 2011. Um dia que ficará na memória de duas torcidas rubro-negras. Neste dia, Atlético e Flamengo se enfrentavam pela Sulamericana. O local era a Arena da Baixada, lugar onde o Atlético ainda não sabia o que era perder para o Flamengo. Ou melhor, me deixe corrigir esta frase, porque ficou muito clichê. O local era a Arena da Baixada, palco que não conhecia vitórias do Flamengo. Espera, chamar estádio de palco, também é clichê. Foda-se, continua assim mesmo.

Mas como sempre há uma primeira vez pra tudo… Não, clichê de novo.

Naquela noite, porém, o inesperado aconteceu: nos minutos derradeiros da partida, Ronaldinho Gaúcho (que havia acabado de entrar) fez o gol que deu a vitória para o Flamengo, quebrando o tabu na Arena e dando a classificação para o time da gávea com uma goleada acachapante de 1 x 0. Noite histórica e memorável para a torcida do Flamengo.

Mas a noite também entrará para a história do Atlético. Além de perder a invencibilidade e a importante vaga na Sulamericana, o time da baixada ainda perderá a Copa do Mundo graças à comemoração ousada de Ronaldinho nos vestiários, se masturbando, sem a intervenção de nenhum segurança do estádio “mais moderno” do Brasil.

Arena perde a copa após vergonhosas cenas gravadas em suas dependências

“Se um time não consegue nem evitar uma punhetinha indecente em seus domínios, quem dirá garantir a segurança em um evento de nível mundial.” – afirmou Jerome Valcke. “Depois dessa demonstração de falta de capacidade, creio que seja difícil, pra não dizer impossível, que a Arena ainda seja sede da Copa. Temos outros planos pra cidade.” – finalizou.

Notícias relacionadas:

- “Policial que levou cadeirada da torcida do verdão estava se masturbando em campo” – afirma Vilson

- Por medida exemplar contra punheteiros exibicionistas, Couto salta na frente na briga pela Copa

- Vila Capanema aguarda investidor estrangeiro para construção de banheiros para prática de sexo solitário

“Isso é um clara demonstração de incompetência administrativa.” – afirma o exemplar presidente Vilson Ribeiro de Andrade à equipe do Investidor Estrangeiro. “Se fosse no Couto Pereira, cenas lamentáveis como essa jamais ocorreriam. Aqui na nossa casa, 5 contra 1 só é permitido em confrontos corporais contra policiais em serviço.” – provoca o dirigente.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.